As Maiores Batalhas e Guerras da História - A Guerra dos Sete Anos

 

As Maiores Batalhas e Guerras da História

A Guerra dos Sete Anos

(1756-1763)

Tropas inglesas e prussianas durante a campanha contra a França e a Áustria.
 
Facções: Inglaterra, Prússia e Portugal (George II) x França, Áustria, Rússia, Espanha, Suécia e Império Mughal (Luís XV).

Forças: Desconhecidas.

Perdas: Desconhecidas.

Resultado: Vitória Inglesa-Prussiana-Portuguesa; França e Espanha são forçadas à entregar metade de suas colônias na América e na Ásia.

Local: Europa, América, África e Ásia.
Áreas Azuis (Inglaterra e Aliados); Áreas Vermelhas (França e Aliados); Cruzes Pretas (Campanhas Militares).
 
A Guerra: Em 1754, um pequeno incidente na América do Norte levaria boa parte do mundo conhecido para um conflito bem longo e sangrento conhecido como a Guerra dos Sete Anos.
 

Nesse ano, no Estado da Pensilvânia, um jovem George Washington cercou uma pequena tropa francesa que havia adentrado território inglês. Logo após o incidente, tanto a Inglaterra quanto a França despacharam um grande número de soldados para disputarem o controle total da América do Norte. Em 1755, os franceses. com a ajuda de nativos americanos, obtiveram uma grande vitória contra os ingleses e humilharam o genial general inglês Braddock.

Na Europa, as antigas alianças eram desfeitas e novas estabelecidas. França e Áustria, inimigas de longa data, se uniram. Essa troca de aliados entre as nações européias ficou conhecida como a Revolução Diplomática de 1756. Logo após a união francesa-austríaca, a Rússia decidiu se juntar com ambas.

Frederico II ou O Grande, líder da Prússia, a mais nova aliada da Inglaterra, venceu todas as batalhas na Europa contra a França e a Áustria. Essas vitórias transformaram a Prússia numa poderosa potência militar.

Aproveitando que Frederico estava contendo o exército francês na Europa, a Inglaterra reuniu sua poderosa marinha e iniciou vários ataques contra as colônias francesas pelo mundo. Mesmo obtendo várias vitórias navais contra os franceses, a campanha terrestre na América do Norte só piorava para os ingleses. Estes sofreram mais duas horríveis derrotas em Oswego (1756) e no Forte William Henry (1757) para as tropas francesas e os nativos que a apoiavam.

A situação só melhorou para os britânicos quando um novo primeiro-ministro assumiu o comando em 1757. Seu nome era William Pitt. Ele imediatamente enviou mais dinheiro para Frederico conter as tropas francesas na Europa, enquanto enviava mais tropas e navios para a América do Norte. Com a vinda desses novos reforços os britânicos obtiveram vitórias grandiosas e espetaculares em Quebec, Minden, Ticonderoga e na Baía de Quiberon. Conhecido como o ano das vitórias, 1759, foi também o ano em que a Inglaterra se tornaria um imenso e poderoso império mundial.

Em 1761, a Espanha se uniu a França, mas não mudou a situação dos franceses na Europa ou nas Américas. Logo, a Espanha se redimiu de ter se unido a França, pois acabou sendo humilhada em Cuba e nas Filipinas, ambas ocupadas pelos britâncos. Em 1763, ocorreu a Paz de Paris, onde a França foi forçada a entregar todo o seu lado canadense e a Índia (Império Mughal) para a Inglaterra. As únicas regiões canadenses que a França pode manter em seu poder eram duas pequenas ilhas pesqueiras em Newfoundland. Já a Prússia ganhou a Silésia da Rússia. No fim do conflito, França, Áustria e Rússia estavam desgastadas militarmente.
 

Curiosidades:

  •  A Guerra dos Sete Anos foi a primeira "guerra mundial" na História da Humanidade.
 
  • O filme americano "O Último dos Moicanos" é baseado na Batalha do Forte William Henry, uma das piores derrotas inglesas da guerra. Também mostra as diferentes tribos indígenas que lutaram ao lado da Inglaterra e da França pelo controle da América do Norte. Uma obra-prima. Recomendável.


  • O videogame "Assassin's Creed: Rogue" se passa durante toda a guerra na América do Norte e mostra os principais eventos que levaram a derrota da França e o domínio inglês nas tribos nativas. Muito bom mesmo.

  • O início do videogame "Assassin's Creed 3" mostra o incidente que levou ao conflito e suas consequências para a história principal do jogo.

Bibliografia: