As Maiores Batalhas e Guerras da História - A Batalha de Adrianópolis

 

As Maiores Batalhas e Guerras da História

A Batalha de Adrianópolis

(378 D.C.)

Legionários Romanos resistem ao avanço Godo em Adrianópolis.
 
Facções: Império Romano - Parte Oriental (Imperador Valente) x Visigodos e Alanos (Três Líderes Tribais).
 
Forças: 30.000 romanos x 100.000 godos e alanos.
 
Perdas: 20.000 romanos e um número desconhecido de bárbaros mortos ou feridos.
 
Resultado: Decisiva Vitória Gótica.
 
Local: Perto de Adrianópolis, Trácia Oriental (atual Turquia Européia).
 
Círculo Vermelho (Império Romano); Setas Marrons (Invasões Bárbaras); Seta Vermelha (Reação Romana); Círculo Preto (local da batalha).
 
A Batalha: No século IV D.C., o Império Romano já havia parado com suas expansões militares e havia adotado uma postura mais defensiva em seus territórios. Roma já não era mais a capital do Império. Constantinopla era a nova capital romana e a cada dia ganhava mais força.
 
Por causa dessa divisão política e militar, o Império acabou perdendo força nas suas fronteiras e isso ajudou enormes levas de povos bárbaros da Ásia Menor a invadirem as províncias romanos, pois estavam sendo perseguidos pelos temíveis hunos.
 
Em 370, o imperador Valente autorizou a entrada de visigodos e alanos na região da Trácia Oriental, mas cobrou altos impostos aos povos bárbaros. Em 378, três líderes tribais reuniram um imenso exército de 100.000 guerreiros e iniciaram uma revolta contra os romanos.
 
Valente mobilizou 30.000 romanos e marchou para Adrianópolis. Porém, muitos dos guerreiros visigodos haviam sido mercenários dentro dos exércitos romanos e sabiam muito bem como os romanos lutavam em campo aberto.
 
Quando Valente se deparou com o exército bárbaro, ele imediatamente ordenou o seu exército a entrar em formação de combate e marchar contra as tropas inimigas. Porém, a cavalaria alana, fez um ataque surpresa nos flancos das tropas romanas e isso causou uma retirada caótica por parte do imperador.
 
Mas, mesmo oferecendo uma feroz resistência numa fazenda local, Valente e metade de seu exército foi destruído em Adrianópolis. Por causa das enormes baixas que os bárbaros sofreram, estes decidiram não saquear Constantinopla e foram mais para dentro do território romano após a batalha.
 
 
Não há Curiosidades sobre esta batalha.
 

Bibliografia: