Terror no Espaço - História e Análise Crítica de 'Aliens, o Resgate'

 

Terror no Espaço

Aliens, O Resgate

 

A História:


Aliens, O Resgate (Aliens) é um filme americano de 1986 da 20th Century Fox e uma continuação do excelente Alien, O Oitavo Passageiro. Dirigido pelo já experiente diretor James Cameron, Aliens se tornaria o maior sucesso de toda a saga até hoje. Ganhou dois Oscars de Melhores Efeitos Especiais e de Melhores Efeitos Sonoros.

Aliens se passa 57 anos após o primeiro filme. Ele se foca no único sobrevivente da Nostromo, Ellen Ripley, e o trauma que sofreu após o encontro com tal criatura. Dias após sua chegada a Terra, Ripley se junta a uma unidade de fuzileiros coloniais para investigar o desaparecimento de uma grande colônia humana em LV-426, o mesmo planeta onde o Alien foi encontrado. O filme tem muita ação, mas pouco suspense e terror.
É parece que a Humanidade ignorou o meu aviso de perigo. Bem, fazer o quê. Pelo menos a cavalaria vem com armas de combate e não com bastões para gado como no primeiro filme.

A Origem:

Em 1980, após o tremendo sucesso que foi Alien, O Oitavo Passageiro, o diretor americano James Cameron, ficou muito interessado em fazer uma continuação para o filme. A Fox gostou da idéia, mas pediu para que Cameron esperasse até que o próprio pudesse finalizar a produção do Exterminador do Futuro. Em 1984, O Exterminador do Futuro se tornou outro mega sucesso para a Fox e a empresa aceitou James Cameron em dirigir e produzir a continuação do filme Alien.
 
Cameron, com os roteiristas Dan O'Bannon e Ronald Shusett, os mesmos que escreveram a história do primeiro filme, fizeram o roteiro e iniciaram a produção do filme. Cameron queria explorar ainda mais o universo do Alien e decidiu criar algumas novidades. Uma delas seriam os Fuzileiros Coloniais. Cameron também quis mudar o foco do filme de terror para um filme de ação.
 
As mudanças que Cameron fez em Aliens, O Resgate, mudariam para sempre o modo de se ver a saga Alien e também iniciaria um longo caminho de filmes de ação ao longo de todo o universo Alien e Predador até a chegada do filme "Prometeus", que retornaria com os elementos de suspense e terror vistos no filme original.
Pelo menos viemos preparados para enfrentar um bando de baratas alienígenas gigantes que adoram agarrar nossas caras e estourar nossos peitos. Que a guerra comece.
 

A Tripulação da Sulaco:

 Se um Alien dizimou uma única tripulação, então imagina centenas deles contra militares. É épico do início ao fim.
 
  • Ellen Ripley (Sigourney Weaver): Mais corajosa e destemida do que no filme anterior.
  • Cabo Dwayne Hicks (Michael Biehn): Grande líder, corajoso e forte.
  • Carter J. Burke (Paul Reiser): Covarde e Corrupto.
  • Bishop (Lance Henriksen): Inteligente, leal e filosófico.
  • Soldado Hudson (Bill Paxton): Engraçado e covarde.
  • Tenente Gorman (William Hope): Líder confuso e covarde.
  • Soldado Frost (Ricco Ross): Leal e sarcástico.
  • Sargento Apone (Al Matthews): Líder nervoso e corajoso.
  • Soldado Vasquez (Jenette Goldstein): Durona e corajosa.
  • Soldado Drake (Mark Rolston): Durão e destemido.
  • Cabo Ferro (Colette Hiller): Inteligente e obediente.
  • Soldado Spunkmeyer (Daniel Kash): Obediente e curioso.
  • Cabo Dietrich (Cynthia Dale Scott): Curiosa e leal.
  • Soldado Crowe (Tip Tipping): Secundário. Morre por causa de uma explosão.
  • Soldado Wierzbowski (Trevor Steedman): Secundário. É capturado e morto pelos Aliens.
 
 

Os Aliens e o Retorno da Companhia:

Novamente retornamos ao ciclo de vida dos Aliens. Comecemos pelos ovos. Dessa vez vemos milhares deles no ninho e estão ainda mais grotescos que do primeiro filme. Foram feitos de silicone e borracha. Sua parte interna foi feita de estômago de vaca (Eca!).
 

 É hora de fazer uns omeletes fritos com esse lança-chamas aí!
 
O Facehugger retorna em maior número e o vemos pela primeira vez em movimento. Foram usados bonecos de silicone e borracha e animatrônicos para as cenas de ação.
Realmente, alguém tem que processar esse bicho por abuso de beijos longos e nojentos.
 
 
 
Já o Chestbuster sofreu uma forte modificação. Agora ele tem braços que o ajudam a perfurar com mais facilidade o peito da vítima (que coisa linda, não acha?). Foi usado um único animatrônico para a única cena em que ele aparece.
 

 "Olhe mamãe, tenho braços!"
 
 
Os Aliens adultos apresentados no filme também são diferentes. O filme explica que o alien que apareceu no primeiro filme era um operário da colméia. Os aliens que aparecem no segundo filme são os guerreiros. São mais ágeis e numerosos do que o operário. Mas, são fáceis de serem mortos, pois sua carapaça é muito leve. Dezenas de atores foram usados para as cenas de ação do filme.
 

     Isso que eu chamo de uma barata super desenvolvida. Precisamos de balas do que sprays contra essas coisas.
     
     
     
Aliens também nos apresenta para um novo tipo de alien: a Rainha. Ela é enorme e a única que põe os ovos. É super inteligente e rápida. Tem uma poderosa carapaça e é extremamente difícil de ser morta por armas de fogo. Foram usados três atores e até mesmo uma miniatura para fazerem os movimentos nas principais cenas de combate do filme envolvendo tal criatura.
 
E com vocês a sua Majestade, a Rainha Alien I. Que Deus Salve a Rainha.
 
 
A Companhia também retorna e mostra sua verdadeira face na forma do empresário e supervisor colonial Burke. Aprendemos como ela pode ser bastante perigosa em relação à obtenção de espécimes e a falta de dignidade sobre o sacrifício de pessoas inocentes. Há momentos no filme que o personagem Burke se torna mais perigoso que os aliens em si. É uma mostra do que grandes e poderosas corporações fazem para obter mais poder ao custo de vidas humanas. É realmente algo tenebroso e real.

    Não se engane com esse rosto de inocente e de santo. O pessoal da Companhia fará de tudo para obter os aliens para sua divisão de bioarmas. Mesmo que tenha que sacrificar milhares de pessoas e gastar muita grana para conseguir o que quer. É assustador pensar que isso realmente existe em nosso mundo.
     

E o Andróide? Ele é uma ameaça ou um novo aliado?:

 Só de ver essa cena, fiquei com uma baita dor de barriga. Ai! Ai! Ai!
 
Novamente temos um androide no filme. Porém, este não é ameaçador comparado ao anterior. Mesmo sendo um androide da Companhia, ele é leal aos humanos que serve e adora quando é elogiado por algo bem feito. Mas, ainda temos algumas questões que não são respondidas no filme. Ele foi só programado para servir ou também para matar? Há momentos no filme que os humanos servem armas para ele, mas acaba negando em usa-las. Isso seria um sinal de resistência contra a programação violenta que tem dentro dele? Nunca saberemos, mas pelo que parece é bem possível que seja verdade.
 
Outro detalhe é a curiosidade dele sobre os aliens. Há vários momentos em que ele se mostra facinado pelas criaturas e até recebe ordens de não destruí-las. Seria ele só um espião para a Companhia retornar com mais pessoal e equipamento para coletar mais espécimes ou simplesmente é um programa que o faz ficar curioso com coisas novas? Infelizmente, não temos essa resposta também.
 
 

Preparados para a Guerra: Os Veículos de Combate dos Fuzileiros

Parece um helicóptero. Mas, também é um jato. Talvez no futuro tenhamos algo parecido.
 
Uma das novidades do filme Aliens são os veículos de combate dos fuzileiros coloniais. O primeiro é o transporte aéreo. Ele parece um híbrido de helicóptero com jato. Pode carregar mais de 50 homens ou um blindado de combate. Possui um armamento bem poderoso na forma de um canhão de 50mm no nariz, doze mísseis aéreos e 32 mísseis terrestres. Possui uma blindagem pesada. Sua tripulação são dois (piloto e co-piloto). Várias miniaturas foram feitas para as cenas externas e uma versão de tamanho natural foi feita para as tomadas internas. Foram usados pedaços de helicópteros, jatos e blindados para montar tal veículo.


Não é o batmóvel, mas a destruição que essa belezinha causa é esmagadora.
 

O outro veículo que foi novidade no filme foi o blindado de quatro rodas. Ele possui uma armadura muito pesada e armamento poderoso (um canhão na frente e uma metralhadora móvel na traseira). Suas rodas são feitas de titânico e podem passar por qualquer ambiente ou terreno. Carrega em torno de 15 homens e pode ser carregado por um transporte. É realmente uma verdadeira obra-prima da guerra.
 
 

Análise Crítica:

Desculpe se demorei tanto para entrar nesse assunto, mas realmente tinha bastante coisa para explicar antes de entrar na minha análise sobre o filme. Mas, chega de delongas e vamos iniciar essa análise.
 
Aliens, O Resgate é o melhor e maior filme de toda a saga Alien. A ação é fantástica, a atmosfera é tensa e sombria, o ambiente de início é misterioso, mas lá pela metade fica reconhecível, mas não atrapalha. A iluminação é perfeita. A história não decepciona e você fica ansioso por mais coisas acontecerem no filme. A atuação é melhor e mais memorável do que o primeiro filme. Os cenários são incríveis, principalmente o ninho alien. Os aliens podem até terem perdido seu elemento de medo e sustos, mas continuam incríveis nas cenas de ação. A cena final da Rainha contra Ripley é talvez a mais memorável e épica de toda a saga Alien.
 
James Cameron prometeu um filme que superaria o primeiro e conseguiu com grande direção e produção. Aliens é talvez um dos melhores filmes que o diretor americano já fez. O filme é mais longo que o primeiro e tem um início devagar, mas de um modo geral, isso não prejudica sua essência. A música começa devagar e suave, mas depois vira uma música de ação e tensão pelo resto do filme. É simplesmente perfeita.
 
Aliens, O Resgate é talvez o único filme da lista que não possui pontos negativos. Não consegui achar nenhum em todas as vezes que vi o filme. É um filme perfeito. Sim, Alien, O Oitavo Passageiro é um clássico, mas sua sequência é mais famosa.
 

Curiosidades:

  • A cena do truque da faca não estava no roteiro. Foi feito tudo de improviso e todos os atores, menos Bill Paxton (Soldado Hudson), sabiam o que aconteceria durante a cena.
  • James Cameron decidiu filmar o filme de trás para frente. O motivo era de criar uma camaradagem entre os atores, que faziam os fuzileiros, para poder mostrar isso com certo realismo na cena onde todos estão reunidos para escutarem a missão.
  • A atriz Carrie Henn, que fez a menina Newt, não estava muito motivada em fazer a cena em que ela escorregava num tubo de ventilação de 3 metros de altura. James Cameron prometeu a Carrie que se ela fizesse a cena com perfeição, ele a deixaria levar o tubo para casa e usa-lo para brincar com seus colegas da escola. Ela conseguiu fazer a cena e ainda ganhou um baita presente de Cameron.
 

Nota Final - 10 (Aliens, O Resgate é lindo e perfeito como o primeiro filme. Mas, é mais memorável que o filme original e sua ação é insana. Mesmo que não haja muitos sustos ou momentos tenebrosos, o filme não decepciona em nenhum momento. Vale a pena ver tanto sozinho quanto com a família. É um filme obrigatório para assistir. 100% aprovado).

 

Bibliografia: