Conspirações de Garamond | Alan Moore se aposenta dos quadrinhos

Queridos sedentos pelo intangível, meus cumprimentos. Venho, com muita tristeza, anunciar que Alan Moore aposentou-se dos quadrinhos.

                    

Durante uma conferência de imprensa em que Moore promoveu seu último trabalho, o escritor falou sobre os planos de se aposentar, dizendo que ele tem apenas umas 250 páginas de quadrinhos restando dentro dele para nos oferecer.

Moore explicou que ainda tem alguns trabalhos em andamento. “Existem algumas edições de um livro que estou trabalhando no momento, parte do trabalho de HP Lovecraft que estou desenvolvendo”. Ele disse ao The Guardian. “Eu e Kevin O’Neil vamos terminar ‘Cinema Purgatorio’ e teremos mais um livro, um último livro da ‘Liga Extraordinária’ para completar.”

“Depois disso, eu devo fazer alguns pequenos trabalhos em algum ponto no futuro, mas eu já fiz tudo que deveria fazer com quadrinhos.”


Moore, sempre muito polêmico com seu posicionamento político 
Moore disse, com muita maturidade, que seus trabalhos com os quadrinhos já completaram sua jornada. A não continuação se deve ao respeito do autor pela mídia que o fez conhecido e reconhecido. Ele também apontou que quer "passar o bastão" para quadrinistas mais jovens ao invés de ver a qualidade de seu trabalho cair devido ao reaproveitamento de temas. O autor também disse que está preparado para novos desafios e que isso está longe de ser o fim de sua produção intelectual.

Farei um breve levante de algumas das preciosas obras de Moore:



Talvez o mais icônico quadrinho de todos os tempos, "Batman: The Killing Joke" é brilhante e perturbador

"The League of Extraordinary Gentlemen", quadrinho que reúne personagens e ícones da literatura mundial

Me arrisco a dizer que "V for Vendetta", história que lançou a icônica máscara "Guy Fawkes", seja o quadrinho político mas icônico da história

"Watchmen", um quadrinho político que mistura heróis humanos, Guerra Fria e um "deus artificial" (vulgo Doutor
Manhatta
n)

"From Hell", quadrinho que busca explicar as motivações do famoso serial killer Jack the Ripper 
"Swamp Thing", uma obra adotada e recriada por Moore

Nos despedimos dos quadrinhos de Moore com a confiança de que esta mente brilhante ainda terá muito a nos oferecer