Dr. Slump - Coluna do Lucidi



Olá Pessoal!
Na minha primeira coluna aqui no Novo Fã eu já havia dito que a primeira obra de quadrinhos que despertou em mim a vontade de ser desenhista foi Dr. Slump. Agora vou falar um pouquinho mais sobre essa obra, já que temos grandes novidades sobre ela... mas essa novidade deixarei para o final!



Dr. Slump é um mangá de comédia criado por Akira Toriyama. Pra quem não ligou o nome do artista à obra, Akira Toriyama é o criador de Dragon Ball! O tio Akira, como o chamo carinhosamente, tentava emplacar algum de seus quadrinhos na revista semanal mais famosa do Japão, a Shonen Jump, desde 1978, mas só conseguia publicar histórias com um só capítulo, ou com poucos capítulos. A história mais aprofundada do tio Akira eu contarei em uma outra coluna, agora vamos focar no tema principal.
Em 1980 ele criou Dr. Slump e a história agradou muito os editores da Shonen Jump. A série de comédia contrastava com muitas histórias da revista, que, por ser focada no público adolescente masculino, publica muitas séries de ação e aventura geralmente sérias. Dr. Slump é uma obra de comédia pastelão, com humor muito escrachado e absurdo, exagerado e ridículo, misturando até cocô... isso mesmo, COCÔ!

A história se passa na Vila Pinguim, uma espécie de cidade pequena muito afastada das metrópoles. Seus abitantes levam uma vida simples e têm personalidades bastante peculiares e engraçadas. A Vila Pinguim conta com delegacia de polícia, escola, hospital, banco, estabelecimentos comerciais e outros locais "comuns".

Na vila mora o gênio chamado Sembe Norimaki, um doutor capaz de inventar máquinas malucas que fazem qualquer coisa, como uma máquina fotográfica que revela o passado e o futuro das pessoas, uma panela elétrica que transforma fotos ou desenhos em realidade, um tapete capaz de levar as pessoas para dentro de histórias de livros e outros inventos sensacionais. Um dia o Doutor Sembe, o famoso doutor "Slump", resolve criar uma androide perfeita, uma robô com formas femininas, aparência adolescente, e idêntica à pessoas reais. Essa robô é chamada de Arale Norimaki. E é assim que a história de Dr. Slump realmente começa.

Arale é a personagem principal, uma androide que tem personalidade e sentimentos humanos, e, além disso, possui uma força descomunal, capaz de quebrar uma parede, por exemplo, com um soco fraco! Ela também é míope, por isso usa óculos. O doutor Sembe tenta corrigir a força extraordinária e a miopia de Arale, que começa a causar algumas confusões por causa da inocência da androide, mas não obtém sucesso, ela continua forte e míope. Sembe apresenta Arale ao mundo como sua irmã mais nova, para não parecer velho demais. Arale é inscrita na escola da Vila Pinguim e lá conhece seus melhores amigos e companheiros nas histórias, Akane, Pisuke e Taro. O doutor Sembe também se apaixona pela professora de Arale, Midori Yamabuki. Logo no começo de sua jornada, outro companheiro se junta à turma de Arale, o Gatchan, uma espécie de anjinho com poderes elétricos que come quase qualquer coisa. Gatchan nasceu de um ovo encontrado por Sembe em uma viagem no tempo.

Arale e sua turma embarcam em aventuras inesperadas e engraçadíssimas. O enredo do Mangá pode parecer simples, mas o Mestre Akira Toriyama consegue prender a atenção do leitor e explorar ao máximo a personalidade de cada personagem e os aspectos da Vila Pinguim, que pode parecer pacata no começo, mas está sempre agitada.
Bom, não vou me aprofundar mais na história para não dar spoilers!

Dr. Slump foi publicado no Japão de 1980 a 1984 e possui 18 volumes encadernados. A série virou anime, com 243 episódios, produzidos pela Toei Animation e exibidos pela TV  Fuji de 1981 a 1986. O anime ganhou um remake com 74 episódios, exibidos de 1997 a 1999.
A obra foi um enorme sucesso no Japão e é lembrada até hoje por lá nas listas de melhores mangás de todos os tempos. Podemos até dizer que, se não fosse o sucesso de Dr. Slump dificilmente Dragon Ball seria lançado em 1984, já que a obra projetou Akira Toriyama no cenário do mangá japonês. Em Dragon Ball, inclusive, foi feito um crossover com a participação dos personagens de Dr. Slump, onde Goku vai parar na Vila Pinguim lutando contra o General Blue.

No Brasil Dr. Slump foi publicado pela Editora Conrad em 2002, mas devido ao fracasso comercial a série foi cancelada na edição 14 (formato meio tanko), o que corresponde à edição número 7 japonesa.
Na minha opinião o fracasso comercial de Dr. Slump no Brasil, em 2002, foi devido à falta de divulgação da obra e do costume do brasileiro em ler mangás de comédia. Os mangás famosos na época eram Dragon Ball e Cavaleiros do Zodíaco, um contraste de gênero muito grande em relação à Dr. Slump. Mesmo assim era meu mangá favorito e a descontinuação me deixou muito frustrado... o que não me empediu de ler o mangá completo em espanhol... MAS não tenho mais motivo para tristeza!
Em julho deste ano, no evento Anime Friends, a Panini anunciou A VOLTA DE DR. SLUMP às bancas do Brasil! Você pode estar pensando que agora a notícia já é velha, pois estamos em agosto, mas o mangá ainda não tem previsão de lançamento. Acredito que só será lançado em 2017, por conta do calendário da editora e de publicações que estão na fila para serem lançadas.


Na minha opinião Dr. Slump tem tudo para ser um sucesso no Brasil pois, diferente de outras épocas, agora o brasileiro está acostumado a ler quadrinhos e mangás de diversos gêneros diferentes e a divulgação ficou melhor e muito mais fácil por meio da internet, sem contar que a obra é de ninguém menos que Akira Toriyama!
Agora é esperar e torcer para que Dr. Slump seja muito bem tratado pela editora, com uma publicação de qualidade e grande distribuição!

E você, o que espera de Dr, Slump? Escreva nos comentários!
Até a próxima Coluna do Lucidi!